Quando Perco Partes de Mim




"Onde estão meus olhos
Enquanto os outros olhos gritam atenção?
Onde estão meus braços
Enquanto há tantos outros
Estendidos
Implorando um simples abraço?
Onde está minha boca
Quando outras tantas
Silenciadas
Clamam socorro?
Os meus ouvidos onde estão
Se não atendem
Abraçam
Socorrem?
Se não estou para outro
Onde estou?"
"Quando não estou para o outro
Meu ser vai se desfazendo.
Em pedaços
Vou perdendo partes de mim
Tornando-me imperceptível
Até não mais me reconhecer."