Procurei Amor


“Busquei
E como busquei
Os mais sublimes versos procurei
Por entre esplendorosas paisagens
Na tentativa de oferecer a ti
Uma novidade
Que cantasse amor

Encontrei belezas tantas
Em atos simples
Sorrisos generosos
Em corações tão luzentes
Que ao olhá-los
A pupila cedia espaço à íris
Tão luz de amor entendi

Procurei compreender
Visando definir teu amor
Vocabulários e dicionários
Foram insuficientes
Mesmo o amor em palavra
Em canção
Em verso

Sentimento teu
Infinito é incapaz de mensurar
Esse que do amor vai mais além
Aperfeiçoando corações
Que fartos de insensatez
Se rendem a ti.”