Meu Oásis


"Vivendo um deserto
Sem caminho e direção
Eu tenho fome e sede
E a minha volta não nada há
Ninguém há

Esse deserto
Que insiste ao meu redor
Eu tenho sede 
E não sei pra onde ir
 E quando chamo
Só ouço ecoar minha própria voz

 Não há mais o que fazer
Por mim mesmo vou morrer

Atravessando esse deserto entendi
Que o Senhor estava diante de mim
O tempo todo
E eu não vi
Não percebi a sua voz
Me chamar a confiar
- Estou aqui

Meu oásis percebi
 E me lavei, me alimentei
Da sua fonte eu bebi
E descansei,
Eu confiei...

O meu senhor estava ali

Meu oásis
Meu Senhor...

Meu oásis
Meu Salvador...

Oásis meu..."